Puerta Abierta Recreando

Somos um Projeto de Missão Oblata e se encontra na Cidade de Buenos Aires, onde religiosas e leigos/as acompanhamos de forma integral a mulheres em situação de prostituição e tráfico com fins de exploração sexual, alentando seu protagonismo no desenvolvimento de um novo projeto de vida.

Quem somos?

Puerta Abierta Recreando é um projeto de Missão da Família Oblata, Irmãs e leigas/os que compartilham uma mesma espiritualidade e carisma.

Como o fazemos?

Trabalhamos em equipe para coseguir uma abordagem multi-disciplinária e integral das pessoas, desde uma perspectiva de gênero e com atitudes de acolhida, alegria e misericórdia.

No que acreditamos?

Apostamos pelo trabalho em rede para uma maior eficácia no desenvolvimento dos objetivos da instituição. Sabemos que a construção de uma alternativa de vida e uma verdadeira inclusão na sociedade, implica um processo que fortaleça a autoestima, com espaços de formação, capacitação laboral e conhecimentos de seus direitos, criando hábitos e atitudes que possibilitem  a inserção em um trabalho digno.

HISTÓRIA/HISTÓRICO

No ano de 1991 iniciamos a aproximação às mulheres em situação de prostituição em diferentes lugares e lançamos uma etapa de revezar-se nas zonas de Constituição e em La Boca.

No 18 de setembro de 1992 inaugura-se o Centro de Dia no bairro de La Boca. Aqui deu para melhorar o trabalho e novas propostas, enquanto continuamos no trabalho de campo com as saídas por Constitución e em volta. Foto 2

Devido à grande concorrência de mulheres foi necessário ampliar o espaço. Em novembro do ano 2000 se abre a nova casa no bairro da Constitución, onde se encontra atualmente. Lá acompanhamos a mulheres em situação de vulnerabilidade social e é desenvolvido um projeto de vinculação das mães com seus filhos/as que durou ate o ano de 2009. Foto 3

Nesse mesmo ano o Projeto se focaliza na atenção a mulheres em situação de prostituição e tráfico com fins de exploração sexual.

Atualmente o Projeto se desenvolve deste três eixos: Centro de Dia – Trabalho de Campo – Sensibilização à sociedade e à Igreja.

Linha Do Tempo

Festas: 2015

Bodas de prata

Mudanças no projeto: 2009

O projeto é focado para acompanhar a mulheres em situação de prostituição e tráfico com fins de exploração sexual.

Nova casa: 2000

Barrio Constitución.

Fundação

18 de setembro de 1992 – Inaugura-se o Centro de Dia – Bairro La Boca

Começo: 1990

Visitas ao Instituto São Miguel onde levavam detidas às mulheres – Comunidade de Irmãs no bairro La Paternal.

Dados do projeto

Linha de ação

Puerta Aberta Recreando tem como missão acompanhar a mulheres em situação de prostituição e/ou tráfico com fins de exploração sexual, percorrendo com elas um caminho de libertação e empoderamento.

Seus objetivos são:

Promover a capacitação e formação integral das mulheres para visualizar outras alternativas como projeto de vida.

Afetar nas causas que geram a prostituição e tráfico, defendendo os direitos das mulheres e sensibilizando a sociedade sobre esta exploração

População

São muitas as mulheres que se encontram em situação de prostituição na cidade de Buenos Aires, vivendo condições de extrema vulnerabilidade social e psicológica. Em Puerta Abierta  se acompanha, em sua maioria, a mulheres de origem estrangeira, das quais, muitas vivem em situação migratória irregular, sem documentos argentinos e desconhecendo os trâmites necessários para regularizar sua situação migratória ou para tramitar as ajudas sociais.

Vítimas muitas vezes de enganos, vivem em condições precárias, a maioria em hotéis ou lares alugados. Trata-se de mulheres com escassa formação escolar, algumas analfabetas, o que dificulta sua inserção no âmbito laboral.

Para fazer frente a esta realidade, este projeto conta com uma equipe inter-disciplinária, religiosas, leigas/os e voluntárias/os que se sentem chamadas/os para esta missão. Buscamos gerar espaços de formação e expressão que permitam: compartilhar conhecimentos, promover a autonomia na tomada de decisões, exercer um controle sobre a própria vida, e o conhecimento de seus direitos como cidadãs.

Centro do dia:

Oferecemos um acompanhamento personalizado e integral, alentando o protagonismo das mulheres no desenvolvimento de um novo projeto de vida.

No Centro de Dia, desenvolvemos as seguintes atividades:

  • Oficinas de informática
  • Alfabetização
  • Grupo terapêutico
  • Projeto produtivo (empreendimento de economia solidária)
  • Celebrações de fé e vida
  • Atenção social

Trabalho de Campo

Um dos nossos eixos mais importantes é sair ao encontro das mulheres em situação de prostituição nas ruas, praças e bares  dos bairros Constitución e Once.

Também, são visitadas nos lugares onde vivem e as acompanhamos nos hospitais quando estão internadas por doenças e em outras situações relacionadas com o contexto familiar.

Tarefas de sensibilização:

Realizamos palestras de conscientização e sensibilização em colégios, paróquias, organizações civis e religiosas, que apontam à prevenção do tráfico e  a problematizar o consumo de prostituição desde um olhar de gênero.

Revista

Trimestralmente editamos a revista Puerta Abierta, um meio que permite às mulheres compartilhar suas experiências, êxitos, sofrimentos e novos sonhos. É um meio para a difusão, capacitação e sensibilização sobre a temática do tráfico e prostituição.

A revista é entregue gratuitamente a todas as mulheres que estão conectadas no trabalho de campo ou se aproximam ao Centro de Dia e também são distribuídas por subscrição.

Através da revista, também socializamos as atividades que são realizadas nos diferentes projetos da Família Oblata.

DEPOIMENTOS

Como se voluntariar?

Se você deseja somar forças na luta contra o preconceito e o estigma que oprime as mulheres que exerce a prostituição, entre m contato conosco e saiba como fazer parte dessa missão!

Contato

Endereço completo:
Humberto Primo, 1244 – CABA

Telefones: 4304-6510

E-mail: info@puertaabiertarecreando.org.ar

Blog: www.puertaabiertarecreando.org.ar