Centro Social Renascer

Compromisso solidário com a mulher

O Centro Social Renascer possui compromisso solidário com a Mulher e adolescente em situação de exclusão e vulnerabilidade, afetada pelo fenómeno da prostituição, ou em risco.

Facilitando a promoção e a reinserção sócio-familiar, oferecendo acolhimento e oportunidades às mulheres e adolescentes afetadas pelo fenómeno da prostituição e os seus familiares em situação de elevado risco social na cidade de Lobito (Benguela) – ANGOLA

História

Em 1995 as Irmãs Oblatas do Santíssimo Redentor chegaram a Angola, frente a realidade encontrada deram início ao “Programa de Compromisso Solidário com a Mulher Afectada pelo Fenómeno da prostituição” na cidade de Luanda, posteriormente em novembro de 2000 foi dado inicio à fundação do Centro Social Renascer na Cidade de Lobito (Benguela).

Durante os primeiros anos, as irmãs foram realizando uma primeira fase da missão, observando de forma activa a realidade de Lobito, propriamente das mulheres. Esta observação consistiu também num relacionamento humano, através do trabalho de rua. Na companhia e orientação da comunidade as Irmãs foram descobrindo novos núcleos e trabalhando em parceria de ONGs e Instituições ao serviço dessa comunidade. A medida que passava o tempo, as Irmãs foram confirmando a necessidade de ter um centro próprio. Um Centro onde acolher, acompanhar de forma integralmente e capacitar as mulheres.

A congregação saiu ao passo desta necessidade comprando uma casa, como lugar de referência para todas as mulheres em situação de prostituição e suas famílias. O local está situado no bairro Caponte, rua Cerveira pereira nº 23. Desde o ano de 2004. Com o ópio de Algumas Organizações estrangeiras e a própria congregação o Centro desenvolve actividade de trabalho de campo, acolhida, acompanhamento, formação e inserção laboral as mulheres em situação de prostituição e suas famílias como também tem sua sensibilização, informação e intervenção, sobre o fenómeno da prostituição, na comunidade do Lobito.

O desenvolvimento do centro social Renascer de Lobito surge na sequência da constatação de uma população que se caracteriza por extrema pobreza, exclusão social, desintegração familiar, delinquência, consumo de drogas e álcool, analfabetismo, exploração sexual e prostituição. Normalmente são adolescentes e jovens que cresceram pelas ruas da cidade, que têm um ou vários filhos sob a sua responsabilidade. Devido às estratégias de sobrevivências desenvolvidas na rua, encontram na prostituição um meio de sobrevivência tanto para elas como para os seus descendentes.

Neste sentido, o centro social Renascer, tal como a sua própria denominação de Renascer pretende promover um renascimento da mulher (adolescentes, jovens e adultas) afectada pelo fenómeno da prostituição e seus familiares através do apoio, promoção e acompanhamento, no seu processo de transformação e crescimento pessoal a todos os níveis, até que atinjam a plena recuperação moral e social.

Linha Do Tempo

Menção Honrosa

Menção Honrosa da Administração Municipal de Lobito ao Centro Social Renascer. Local – LOBITO. Setembro, 2018.

Campanha no CAM

Campanha contra a prostituição forçada e exploração sexual no CAM (Campeonato das nações Africanas). Local – Lobito. Janeiro de 2010.

1ª Formatura das mulheres

Primeira formatura profissional das mulheres com reconhecimento do INEFOP (Instituto Nacional de formação e emprego profissional). LOBITO, Setembro de 2007.

Fundação

Fundação do Centro Social Renascer LOBITO. Novembro de 2004.

No Programa de trabalho de campo, as mulheres e jovens, são contactadas, informadas e sensibilizadas sobre os programas e actividades.

Com as visitas de campo diárias tem facilitado a interrelação entre os educadores sociais e as mulheres, conhecimento e exploração de novos alvos, derivações, encaminhamentos de casos as outras Instituições, acompanhamento aos centros de saúde, residências e hospitais.

No trabalho de acolhida no centro social Renascer, recebemos e acolhemos as mulheres e seus familiares, identificando suas problemáticas dando respostas as suas necessidades básicas e imediatas. Fazendo os devidos encaminhamentos. Normalmente ao longo do ano acolhemos 134 mulheres.

Frente a realidade apresentada das mulheres buscamos atender as suas necessidades nos diversos serviços de protecção Social. Atendendo aproximadamente de 250 mulheres ao longo do ano.

Ao longo do ano o centro social Renascer desenvolve algumas palestras e intervenções dentro e fora da cidade de Lobito, com o objectivo de informar e sensibilizar a sociedade frente a realidade da prostituição.

DEPOIMENTOS

"Estes corpos são templos do Sagrado, santuários às vezes violados, esquecidos, usados mas continuam sendo a morada divina."

Como se voluntariar?

Se você deseja somar forças na luta contra o preconceito e o estigma que oprime as mulheres que exerce a prostituição, entre m contato conosco e saiba como fazer parte dessa missão!

Contato

Endereço completo:
Caponte, Rua Cerveira pereira nº 23

Telefone:  0244 924310166

E-mail: centrosocialrenascerosr@gmail.com